Acho que escolhi o Viridiana porque era o que o chef David Muñoz, o mais cultuado cozinheiro do momento em Madrid, costumava frequentar quando pequeno, li que ele tinha ficado fascinado com o trabalho do chef Abraham Garcia, e também porque é um local muito elogiado pelo crítico Carlos Maribona, o jornalista de gastronomia mais famoso da cidade. Garcia, que é muito considerado pelos pares, não estava na casa quando fui, no entanto, sua marca, um chapéu, estava presente em tudo.

Marca do chef - seu chapéu - até nos pratos

Marca do chef – seu chapéu – até nos pratos

O ambiente é aconchegante e charmoso. Serviço e ambiente nota 10. As entradinhas gratuitas agradaram. O ponto alto do jantar foi uma sopa de frutos do mar, imagine, pode soar estranho, mas foi. Tentei saber como era feita, porém não tive êxito, ainda estão no tempo de quando as receitas não eram divulgadas. Paciência. Depois, entre outros pratos, pedi ovo – muito branquelo (estou acostumada com ovos caipiras, é bom explicar) – com trufas – bem minguadinhas. Acho que não tive muita sorte, porém o lugar é muito recomendado. O restaurante tem mais de três décadas. Quem sabe numa próxima vez. Ah, o criativo David Muñoz, pra quem não sabe, é dono do DiverXo (único que eu não consegui reserva na estada na cidade) e do StreetXo, veja post sobre o restaurante aqui se ficou curioso.

Viridiana_entradaViridiana_peixe Viridiana_sopa

Viridiana_trufas

 

Viridiana_sobremesa

Calle de Juan de Mena, 14, 28014 Madrid, Espanha

Telefone:+34 915 31 10 39

Mensagem via Site