Tinha peras frescas e em mãos o primeiro livro de receitas caseiras de Ferran Adrià. O cozinheiro que, ao lado do irmão Albert, revolucionou a gastronomia contemporânea. O trabalho deles ecoa até hoje – formaram uma legião de profissionais que agora ocupam os rankings mais famosos.

Pois, Ferran chama de refeição em família os pratos servidos no dia a dia do mítico elBulli, que tive o prazer de conhecer. Nós, ou pelo menos eu, não estarei aqui para ouvir que “no final do século XX, apareceu um gênio catalão que revolucionou a cozinha…” Quando se forem, os Adriá estarão na lista ao lado dos maiores cozinheiros, como Escoffier, Brillat-Savarin, Taillevent, La Varenne, pode apostar.

Já tinha comprado peras na semana anterior. A melhor maneira de ter frutas no ponto certo é comprar e ter paciência, esperar o ponto.

Três peras cortadas ao meio e carameladas com três colheres de açúcar, duas de manteiga e 300ml de água por cinco minutos

As receitas do livro são as mais simples possíveis – para quem acha que ele só fazia uma cozinha “molecular”, onda que já morreu na praia. No último fim de semana, então, foi a de pera que piscou para mim.

Creme de leite fresco batido com açúcar de baunilha foi a companhia perfeita para a fruta

O bacana é que no livro, além de dicas gerais, coisas básicas e os fundamentos de uma cozinha, Adrià apresenta as 31 refeições: uma entrada, um prato e uma sobremesa; para duas, seis, 20 e 75 pessoas, não é o máximo? 

As peras descascadas, cortadas ao meio e sem o miolo caem numa calda de açúcar e manteiga para serem carameladas. Acrescente água para formar a calda. Sirva com nata, sorvete ou sorbet. Um sucesso.

Várias receitas com frutas estão lá: morangos no vinagre; maçãs assadas; melancia com balas de mentol; banana com limão-galego; abacaxi com melado e limão; laranjas com mel, azeite de oliva e sal; sopa de melão e hortelã com toranja rosa; figos com creme e quirche; tangerinas com Cointreau. Inspire-se.

Mensagem via Site