Neste fim de semana (9 a 11/12), a cidade da Lapa recebe o Festival de Cultura e Gastronomia. Acho que dá para dizer que foi uma sementinha que germinou nas reuniões do projeto Gastronomia Paraná e que Vinícius Lacerda fez crescer.

Festivais, congressos e eventos com chefs promovem o turismo e melhoram a gastronomia do lugar. Era quase um mantra repetido muitas vezes nas reuniões do comitê executivo do projeto, que eu coordenava. Tiradentes, em Minas Gerais, é o melhor exemplo, faz seu festival há 19 anos. Vou falar sobre isso no workshop programado para o sábado.

Unir pessoas com interesses em comum é necessário, assim é possível definir e exigir políticas públicas. Mas vamos ao que interessa. Pela primeira vez teremos três chefs de Curitiba cozinhando em três restaurantes de lá. No cardápio, uma vontade de interpretar sabores e a história não apenas da Lapa, mas também dos chefs convidados e da cidade.

A intenção inicial era realizar um grande festival, porém a proposta precisou ser adaptada para um formato menor.  Sabemos que o ideal é quase impossível de se alcançar no início de um projeto. O importante é começar e dar continuidade para melhorar a proposta a cada edição.

Além dos dois jantares e do almoço no domingo, o evento terá apresentações musicais, feira de alimentos, workshop, dentre outras atividades.

Quem realiza o festival é a Associação Gastronômica Sabores da Lapa, que tem feito muita coisa bacana, como o Vem pra Lapa, iniciativa que divulga a cidade.

Confira a programação e faça as reservas no site http://festivaldalapa.com.br/. Esperamos vocês lá.

Com as informações da assessoria de imprensa.

“Ivan Lopes, Lênin Palhano e Gabriela Carvalho irão formar duplas com os chefs Adhemar Dietrich (Restaurante Casarão), Sissa Azambuja (Espaço Único) e Reinhard Pfeiffer (Restaurante Expedito), respectivamente. No sábado à tarde será a vez da chef Rosane Radecki se apropriar da Praça General Carneiro para preparar seu Pão no Bafo, receita tombada como Patrimônio Histórico Imaterial de Palmeira, e contar sobre o trabalho que vem desenvolvendo em prol da popularização do prato. Rosane também participa do Workshop gastronomia, cultura e sustentabilidade no Teatro São João.

A curadoria dos menus assinados pelas duplas ficou a cargo da jornalista Jussara Voss, que intermediou os contatos e orientou as escolhas dos profissionais, a fim de garantir a autenticidade de ingredientes e preparos. Jussara também irá defender a ideia do Turismo de Experiência durante cerimônia realizada no Teatro São Pedro, das 14h30 às 15h,30 ao lado da Prefeita Leila Klenk, que irá declarar patrimônio imaterial da cidade dois pratos típicos. “Vou fazer um panorama sobre as mudanças na gastronomia nos últimos anos, abordar a importância da realização de festivais como esse para promoção do turismo e falar sobre a relevância do tombamento da Quirera e do Feijão Tropeiro”, conta. A jornalista também faz uma análise sobre a proposta de cada dupla.

“A primeira dupla a se formar foi uma iniciativa do Chef Reinhard Pfeiffer, do restaurante Expedito, com a Gabriela Carvalho, do Quintana. Eles apresentarão seu trabalho ao público no almoço de domingo, dia 11. Os dois trabalham com propostas parecidas em torno da valorização de ingredientes orgânicos e regionais, além de apostarem no formato ´mesa gastronômica´. O interessante é que além da gastronomia deles refletir suas histórias pessoais e trajetórias profissionais, ambos estão comprometidos em fortalecer a história da cidade, em prol do turismo de experiência”, conta. Para Reinhard, a cozinha lapeana se confunde com a mineira em função dos laços particulares da herança tropeira. “Em comum mesmo cito o aconchego proporcionado por esta gastronomia, porque a cozinha lapeana apresenta suas particularidades, com influências de negros, italianos e alemães. Nosso cardápio abordará a gastronomia local de uma forma mais contemporânea e saudável, utilizando produtos que estão à nossa disposição entre produtores locais, festejando a agricultura familiar”, resume.

No entanto, quem abre a série de eventos na sexta-feira, dia 9, é Ivan Lopes, no Casarão, ao lado de Adhemar Dietrich. Essa será a primeira vez que a casa recebe um chef convidado e a expectativa dos clientes é grande, conta Adhemar. “Será uma ocasião especial para o público lapeano prestigiar, inclusive já temos reservas, mas também queremos receber os turistas de Curitiba e outras cidades do entorno”, adianta. A casa, que existe há mais de 10 anos, sendo há oito dirigida pela família Dietrich, sempre trabalhou com o sistema de buffet. “Será um grande aprendizado para nossa equipe trabalhar com o Ivan e fazer um evento a la carte”, acrescenta. O restaurante Casarão possui 60 lugares no salão e 70 no jardim, de onde os convidados poderão, inclusive, apreciar a horta que abastece a cozinha da casa.

Segundo Jussara Voss, a Lapa também tem sua versão do Pão no Bafo, é o Klösse, um dos destaques do menu de Ivan. “A diferença desse preparo, que será servido como entrada, é que a massa de pão é cozida e depois frita na banha de porco e recheada com ragu”, detalha. Ivan também irá usar em seu menu a tilápia, que é um peixe da região e feijão verde lapeano, que também é típico. Já a Costelinha de Porco, prato principal do Chef, deve ser defumada na trempe – arco de três pés utilizado pelos tropeiros – e será servida com cachaça local e molho de guabiroba.

Já o Lênin Palhano, chef do restaurante Nômade, irá cozinhar ao lado de Sissa Azambuja, do Espaço Único, no sábado, dia 10. “O Lênin entra com a quirera cremosa – prato que será declarado como Patrimônio Imaterial da Lapa. Ele promete trabalhar a sugestão de entrada de forma criativa, com ovo pochê e crocante de milho”, revela. O Gnocchi de Batata com Cracóvia também é um prato esperado, uma vez que é um produto de referência e que faz parte da tradição da família dos dois chefs. A dupla ainda promete encantar o paladar com o cabrito assado com raízes e tubérculos grelhados.

Os três menus serão oferecidos ao preço único de R$ 49, sendo que 10% do valor será revertido para o Lar de Idosos São Vicente de Paulo. Vinícius Lacerda, presidente da Associação Gastronômica Sabores da Lapa, conta que um dos grandes objetivos do evento é a valorização do produtor rural. “Fizemos um mapeamento da produção orgânica da cidade para que esta fosse a base dos pratos produzidos no restaurante durante o festival”, reforça.

Atividades paralelas

Ainda nos bastidores do evento, a blogueira do Flor de Sal Gabrielle Mahamud comandou uma oficina gastronômica para as senhoras que irão participar da feira na praça. “Elas aprovaram a iniciativa e gostaram principalmente de aprender as opções sem lactose porque já recebem pedidos de produtos diferenciados”.

Atrações culturais

A primeira edição do Festival de Cultura e Gastronomia da Lapa terá ainda como atração tendas de produtos orgânicos, degustação de cervejas artesanais, das 11h às 20h, no sábado e no domingo. No sábado, o público poderá conferir as seguintes atrações musicais: Milk´n Blues, Killer Jack e Lapa in Blues. No domingo, além de uma apresentação de Congada, marcada para às 15h, o público da praça segue com a apresentação da banda Gringo´s Waschboard Band.”

Confira os menus e informações de serviço de cada casa:

Restaurante Casarão, por Ivan Lopes e Adhemar Dietrich

Data: 09/12/16

Horário: 20h

Entradas: Tilápia, feijão verde lapeano e flor de abobrinha / Klösse – pão frito na banha de porco com ragu de frango caipira;

Prato principal: Costelinha de porco no mel e cachaça e molho de guabiroba;

Sobremesa: Compota de figo, queijo frescal e salada de capuchinhas;

Produtores: Orgânicos da Lapinha / Dolara Produtos Destilados – Álvaro Pacheco /

Roberto Stecklain;

Restaurante Espaço Único, por Lênin Palhano e Sissa Murbach Azambuja

Data: 10/12/16

Horário: 20h

Entradas: Quirera cremosa, ovo pochê, caldo de galinha caipira e crocante de milho /

Gnocchi de Batata com Cracóvia;

Prato principal: Cabrito assado com raízes e tubérculos grelhados;

Sobremesa: Torta de abóbora com requeijão;

Produtores: Capril Santo Antônio – Aloísio Otávio Kuss Marins / Agro Alves / Leonardo Valdera / Rosa Fierst / Vilson Sossela;

Restaurante Expedito, por Gabriela Carvalho e Reinhard Pfeiffer

Data: 11/12/16

Horário: 12h

Mesa de frios e saladas: Cachaça da Lapa / Folhas orgânicas, queijos e morangos /

Salada colorida de couve, molho de raiz-forte / Churrasco de legumes orgânicos da Lapa regadas ao molho de amendoim / Salada tropeira de grãos / Salada alemã de batata com maçã, pepino, kümmel e iogurte de kefir / Carne de onça na broa com mostarda preta;

Carnes: Feijoada branca de leitão / Guisado de frango caipira com ora pro-nobis / Cordeiro assado em especiarias / Tilápia em crosta de farinha de milho, amaranto e coco, vinagrete de pitanga / Vaca atolada;

Guarnições: Caldinho de feijão com cachaça da Lapa e torresminho / Batatas assadas com sal grosso de alecrim / Risoto de abóbora e requeijão crioulo / Arroz cateto com caules de vegetais / Paçoca de charque e erva-mate Legendária / Quirerinha lapeana com cogumelos assados e gorgonzola / Acarajé de feijão fradinho recheado com vatapá e vinagrete de tomates / Quiche integral de tupinambor com escarola orgânica e cogumelos / Lasanha de mandioquinha, alho-poró e charque;

Sobremesas: Cocada preta de colher / Frutas da época em calda (abóbora em calda com ambrosia e pêssego em calda com coalhada e mel) / Bolo gelado de fubá com caramelo de café biodinâmico e geleia de mimosa;

Produtores: Lapinha/ Chácara do Eraldo / Fazenda Roseira, Dona Zuleika / Edewaldo Monastier / Lechinski / Cabanha Monastier / Cerveja Artesanal Expedito;

Serviço:

Festival de Cultura e Gastronomia da Lapa

Dias: 09, 10 e 11 de dezembro

Atrações culturais na Praça General Carneiro, sábado e domingo, a partir das 11h.

 

 

 

Mensagem via Site