Não sei se é porque acho um desperdício cozinhar o pato, prefiro assado, frito ou confitado, ou se é porque acho que o caldo tem muita gordura, o caso é que não dou a nota máxima para esse prato, é a segunda vez que faço. Está longe de ser ruim, é claro, é muito bom, mas pelo trabalho etc., acho que não entraria na minha lista dos “mais, mais”. É bom lembrar que sou muito exigente. Veja a receita.

Arroz de pato

Ingredientes (para 8 pessoas):

01 pato grande

01 alho-poró

01 cenoura

01 cebola

01 talo de salsão

100g de manteiga sem sal

02 galinhos de alecrim fresco

01 cebola finamente fatiada

500g de arroz arbóreo

½ litro de vinho branco seco.

01 paio em fatias finas

Sal

Pimenta-do-reino moída na hora

Modo de preparar:

Coloque o pato cortado em pedaços grandes em uma panela com o alho-poró, a cenoura, a cebola e o salsão, cubra com água e cozinhe em fogo médio até ficar macio, cerca de 01 hora. Desfie o pato em pedaços grandes.

Reserve. Coe o caldo do cozimento e aqueça. Em uma panela derreta metade da manteiga, acrescente o alecrim e deixe liberar o perfume por alguns minutos.

Acrescente a cebola finamente fatiada e deixe murchar sem dourar.

Acrescente o arroz e refogue até que todos os grãos estejam envolvidos pela manteiga. Junte o vinho branco e deixe reduzir bem, mas sem deixar secar.

Acrescente o caldo quente aos poucos, sem parar de mexer, até cobrir o arroz. Continue a acrescentar sempre metade do pato desfiado, o paio em fatias e continue acrescentando o caldo por mais 08 minutos ou até o arroz ficar al dente. Acrescente o restante do pato e retire os galinhos de alecrim. Tempere com sal e pimenta-do-reino. Desligue o fogo e acrescente aos poucos o restante da manteiga gelada cortada em pedaços, misture bem até incorporá-la totalmente. Isso acrescentará brilho e cremosidade ao arroz.

Mensagem via Site