Inspirada pela editora do caderno Paladar do Estadão Patricia Ferraz fui preparar um molho de tomate, do qual nem sou fã, porque era muito fácil. Está no primeiro título da The Food52 Cookbook, o Genius Recipes. Isso chamou a minha atenção, adoro um livro de receitas. Outro motivo é porque eu não estava preparada para o feriado, o que quer dizer dispensa vazia, os supermercados não abriram no dia primeiro de maio para o meu desespero – queria aqui aquela carinha de espanto agora. Tinha tomate italiano pelado, uma cebola, que precisava guardar para temperar a paleta de carneiro, manteiga, sal e massa caseira no freezer, segredo indispensável, mas, claro, pode ser preparado também com uma de pacote de boa qualidade. Um parênteses, moro no campo nos fins de semana, então, sacar uma paleta de carneiro, entre outros ingredientes não é nada impossível.

Daí lembrei de uma amiga muito querida, que não cozinha, mas gosta de comer bem, que diz: “você vê a apresentadora de um programa dizer: pega um pouco disso, um pouco daquilo e pronto, mas quem está em casa e não tem nada daquilo?”. Mais ou menos assim, ela me confidenciou que até queria cozinhar. Tenho certeza de que essa receita ela faria, pois tomate e cebola são ingredientes comuns a qualquer cozinha, e o molho é mesmo facílimo e bom que só. Inacreditável. Vou publicar a receita, apesar de ser muito mais fácil colocar o link, estou cansada de ver tudo sumir nos meus endereços eletrônicos.

A outra pessoa de quem lembrei é um tio, irmão da minha mãe, que era um “bon vivant”, um legítimo exemplar. Nery morreu com mais de oitenta anos devido a complicações decorrentes de uma queda, não conseguiu se recuperar, ficou na cama um tempo e se foi. Por que lembrei dele? A vida toda escutei e vi ele comer de tudo, com temperança, vale lembrar, e beber de tudo, e muito. Se não tivesse fumado teria vivido mais, com certeza. Esqueci de comentar, além de tudo, fumava. Comia massa todos os dias, por exemplo, mas era comedido. Eis o segredo, penso eu. Não me diga que eu não posso comer alguma coisa que, como milagre, quero tudo que vejo pela frente. É assim que, na maioria das vezes prefiro comer pouco, porém, sem restrições. Funciona. Além de fazer exercícios, claro, ah, não mantenho peso tomando os famosos sucos verdes.

Então, além do molho de tomate, que não exige nenhuma habilidade, Patricia publicou o bolo de chocolate da exuberante Nigella Lawson, que deu um pouco mais de trabalho, mas é igualmente muito bom. É um bolo bem molhadinho, o meio fica esponjoso. São as receitas da semana, espero que gostem. Das três receitas publicadas no jornal, faltou o “gratin de arroz com abobrinha” da famosa Julia Child, aquela do filme com a blogueira, lembram? Encerrando o longo post tenho que contar que, é claro, eu já encomendei na Amazon o meu exemplar do Genius Recipe, da Kristen Miglore, novidade bacana que devemos prestar atenção. É o primeiro livro do selo e do site Food52. A autora do Genius Recipes é editora-executiva do Food52, ao lado da ex-editora de comida da Times Magazine e ex-repórter do The New York Times, Amanda Hesser, e da ex-editora da Cook’s Illustrated, formada pela Le Cordon Bleu, Merril Strubbs. Agora um alerta, acabei de servir o bolo e escutar, “mas é uma nega maluca”. Se for assim, não vale o esforço, pensei intrigada.

Receitas

Molho de tomate da Marcella Hazan

Ingredientes

900g de tomates frescos maduros, sem pele e sem semente (ou duas xícaras de tomates pelados. Eu usei uma lata de 400g que deram as duas xícaras. Não esqueça, como eu, de também tirar as sementes e as partes durinhas do tomate pelado, apesar de que não fez muito diferença)

70g de manteiga sem sal

1 cebola média, descascada e cortada ao meio

Sal a gosto

Queijo parmesão ralado na hora

1 pacote de espaguete

Modo de preparar

Ponha os tomates numa panela, adicione a manteiga, a cebola e o sal. Cozinhe em fogo baixo, com a panela destampada por 45 minutos, ou até o molho engrossar. Mexa para não grudar no fundo. (Como eu estava fazendo o bolo junto, coloquei um pouquinho de água para não secar). Acrescentei um raminho de tomilho para perfumar, pois não tinha manjericão.

Ajuste o sal. Descarte a cebola e misture o molho ao espaguete cozido. Sirva com o parmesão.

Rende seis porções.

A Patrícia dá outra receita de molho de tomate que ela está acostumada a fazer, que é do filho da Marcella, o Giuliani. Não testei, mas estou confiando, porque ela entende do riscado como se diz.

Ingredientes

75ml de azeite extravirgem

3 colheres (sopa) de alho cortado em fatias bem finas

1kg de tomates frescos maduros, sem pele e sem sementes

4 colheres (sopa) de pimenta-malagueta em flocos

1 colher (sopa) de folhas de manjericão e sal a gosto

Modo de preparar

Corte os tomates em lascas grossas

Ponha o azeite e o alho numa frigideira e refogue até o alho começar a chiar. Junte os tomates, refogue por cinco minutos ou seis minutos. Tempere.

Rende quatro porções.

Bolo de chocolate da Nigella Lawson

Ingredientes

225g de manteiga

375g de açúcar mascavo

2 ovos grandes batidos

100g de chocolate meio amargo

1 colher (chá) de extrato de baunilha de qualidade

200g de farinha de trigo

1 colher (chá) de fermento químico

250ml de água fervendo

Modo de preparar

Preaqueça o forno e ponha no fundo dele uma folha de alumínio, caso caiam algumas gotas de massa para fora da forma. Unte uma forma retangular de pão (bolo inglês) e forre com papel manteiga.

Bata a manteiga e o açúcar na batedeira, adicione os ovos batidos e a baunilha e bata apenas para misturar.

Derreta o chocolate, em banho-Maria, espere amornar e adicione à mistura de manteiga.

Ponha a água para ferver numa panela.

Misture a farinha e o fermento e adicione delicadamente à manteiga, uma colherada de cada vez, mexendo de baixo para cima para deixar a mistura homogênea. Alterne uma colher de farinha e uma colher de água fervendo.

Despeje a massa na forma forrada com papel manteiga. Chacoalhe para nivelar. Deixe pelo menos 2,5cm da forma livres pois o bolo cresce muito. Se sobrar massa, unte forminhas de muffin e despeje a massa restante.

Asse o bolo por meia hora, em forno médio. Verifique o ponto e asse mais dez ou quinze minutos. O bolo deve estar com a superfície firme, mas o interior macio, ainda esponjoso.

Tire do forno e ponha a forma numa grade, que pode ser a do fogão para esfriar, com as circulando em volta da forma.

Desenforme quando o bolo estiver completamente frio. Segundo Nigella, é melhor ainda tirar da forma no dia seguinte.

Rende de 8 a 10 fatias.

Livro 

Genius Recipe

Kristen Miglore

Editora Food52

Amazon: US$ 21,77

Mensagem via Site