Antes de falar sobre o título do post, preciso divagar. Escrevi sobre os principais acontecimentos e pessoas que se destacaram em 2015 e já fui me desculpando no primeiro parágrafo por algum esquecimento. Logo vi um comentário no post da chef Gabriela Carvalho – do restaurante Quintana. Assim, de cara, a primeira barrigada do ano. Como eu fui esquecer dela? A chef deveria ter aparecido na dita relação. Me penitencio. Saí correndo para escrever e pedras no caminho foram adiando a publicação. Quando vi a revista Tutano com ela lindona na capa, tratei de correr atrás do prejuízo. E foi falar dela para duas abelhas começarem a me rodear. Até parecem que sabiam que eu escrevia sobre alguém que as protege e reconhece o valor dessas pequenas trabalhadoras.

Pois, Gabriela trabalhou e viajou em 2015, falou do Paraná por onde passou e deu muitas aulas, cuidou do seu restaurante como se estivesse recebendo os clientes na sua casa – é sempre assim –, passou uma semana com índios da tribo Fulni-ô em Pernambuco, enfim, não mediu esforços para valorizar o orgânico e sustentável, é falar com ela um pouquinho e sair pensando na responsabilidade que temos sobre a terra, entender um pouco de compostagem, ou de abelhas sem ferrão. É admirável. É a nossa Alice Waters.

Não falei também da Rosane Radecki – do restaurante Girassol – outra batalhadora que está superenvolvida no projeto Gastronomia Paraná e na Abrasel e em valorizar as coisas da sua região. Aproveitei dois assuntos no mesmo post por conta do Fórum Parabere, era esse o tema central, porque as mulheres estão presentes em todos os setores da economia, porém, nem sempre valorizadas ou com os melhores salários e cargos de comando. Mas existem muitas mulheres que são exemplos, as citadas aqui entre elas, para mudar esse panorama. Como a jornalista Maria Canibal também, que vai muito além no seu trabalho e organiza um encontro de reflexão e debate sobre a posição da mulher e sua influência do mercado da alimentação, levando várias delas para falar sobre o assunto em um grande encontro. O segundo fórum que promoverá será em Bari, na Itália, nos dias 6 e 7 de março, e estão todos convidados, claro, os homens são bem-vindos. Estarão lá, do Brasil, Roberta Sudbrack e Teresa Corção. Saiba mais aqui.

Mensagem via Site