Procura um jantar inesquecível”? Mora em Curitiba? É a sua chance. Nem vai precisar sair da cidade. É que o Grand Gelinaz Shuffle in Tour está mais uma vez aqui.

Será no dia 3 de dezembro e o cardápio é um mistério, uma pista é que você poderá experimentar receitas enviadas por quem sabe, Alain Ducasse, que tem um império de restaurantes, ou ainda quem sabe Massimo Bottura, o italiano da premiada Osteria Francescana e também do hotel Casa Maria Luigia. Eles são alguns dos chefs “temerários” que fazem parte do time do Gelinaz.

O jantar será no Manu. A chef-proprietária do restaurante integra o time de cozinheiros selecionados para fazer parte do “tour remix”.

Em um dos “shuffles” anteriores, Manu Buffara voou até Nova Iorque para cozinhar lá. Lee Tierman, do Black Axe Mangal, em Londres, aterrissou aqui. Foram 24 horas de jantares pelo mundo acontecendo simultaneamente. Vi tudo isso de perto e participei do jantar, não dá para esquecer.

Que história é essa?

Oito receitas inéditas dos chefs que fazem parte do Gelinaz vão rodar o mundo.

Receitas numa urna e acontece o sorteio entre os chefs. Quando eles receberem as receitas vão “ter que rebolar e remixar algo radical e pessoal”, provoca o pessoal da organização do evento. A ideia é “modificar, ajustar e ‘locavorizar’ as matrizes”, explicam no site. Cada chef deverá “injetar sua alma”.

O que você deve fazer
Reservar uma mesa agora para participar do jantar que terá oito pratos exclusivos. São 40 vagas. Quando o jantar terminar você deve arriscar identificar que chef mandou o cardápio.

Será um menu único, que não se repetirá nunca mais, com muitas surpresas, garante Manu, claro, fazendo suspense, como todos do Gelinaz. Ela adiantou no Instagram que “o restaurante estará completamente diferente”.

Os organizadores ainda dizem que pode ser que você fique ao lado de alguém que nunca viu na vida, em uma mesa compartilhada, com chance de conhecer uma pessoa incrível. Será que no Manu isso acontecerá?  Pode ser. Porque pessoas muito legais estarão lá. É certo.

Entre no site do gelinaz.com procure por Brazil, depois Curitiba e o restaurante Manu. O jantar será servido em dois turnos 19h e 21h30 e custa 122 euros, sem incluir as bebidas. Brasileiros no Gelinaz Shuffle, além de Manu Buffara, são Alex Atala (SP), AlbertoLandgraf (outro paranaense) e Thomas Troisgros (RJ).

Gelinaz

Gelinaz é um coletivo de chefs, feito por chefs, para chefs. Os idealizadores são irreverentes e pensaram em “uma nova linguagem para se expressar”.

Em contraponto ao conhecido The World’s 50 Best Restaurants, Joe Warwick e Andrea Petrini criaram, com a empresa de eventos IMG, o World Restaurant Awards, fui até convocada para o painel de votantes.

As categorias incluíram prêmios tradicionais, como “melhor restaurante”, mas também “chef sem tatuagem”, “fora do mapa” e “melhor conta no Instagram”.

Rodrigo Oliveira, do Mocotó, em São Paulo, levou o prêmio em 2019 de “restaurante sem reservas”. A intenção deles é ser geograficamente abrangente e igualitário.

Para a edição de 2020 nenhuma certeza até agora, apenas que será transmitido por um canal de televisão, a festa em fevereiro, em Paris, não será presencial.

Gelinaz Shuffle 2019

A justificativa de Petrini e de Patricia Meunier e Mat Gallet, da Grand Cuisine, que assinam a ideia do Gelinaz Shuffle 2019, é “não mais viagens por nada. A viagem é do espírito livre e da mente”, proclamam.

Escolha a cidade e faça a reserva no restaurante

Os números dos envolvidos no evento impactam: cinco continentes, 72 cidades, 38 países, 2.200 receitas, 148 chefs, 138 restaurantes. Eles lembram que há 30 anos os muros foram derrubados, sendo de Berlim o mais emblemático. Hoje, outras paredes se ergueram novamente entre estados e pessoas, por isso um evento multicultural com muitas nacionalidades para celebrar o mundo da restauração.

Mensagem via Site