A imagem do Licancabur descortinando o dia fica gravada para sempre, pelo menos é o que eu gostaria. Conhecido como “vulcão do povo” tem aquela forma perfeita do nosso imaginário e ainda uma lenda de disputa amorosa.

A história inclui uma punição, um castigo pela ambição humana. Quem sabe apenas uma maneira de os antigos colocarem ordem na casa, até hoje as festas são proibidas em San Pedro de Atacama, pequeno oásis no deserto. Fui conhecer.

Vai entender porque alguém pode proibir dançar. A explicação está em que o alvará para abrir um “cabaré” na cidade é muito caro, nenhum bar tem, o jeitinho são as festas clandestinas, que já ganharam fama. Outra lenda do povo Inca no território chileno é da entrega de oferendas em seu pico acreditando que deixaria o vulcão quieto. Mas Atacama não é apenas isso.

img_2890-488x650

Estamos no deserto mais árido do mundo. Desfiladeiros, esculturas de pedras, planícies de sal, vales, crateras, lagos, gêiseres, dunas e vulcões, claro, fazem do Atacama um lugar que é preciso conhecer. Não existe nada igual.

O local com o céu mais estrelado do mundo por ser um dos menos iluminados estava na minha lista há muito tempo, porém sempre trocado pelas necessidades do ofício e por um certo comodismo. As viagens de aventura são sempre postergadas.

Desta vez, uma das poucas nesse espaço, a comida ficou em segundo plano, mesmo com boas surpresas.

Desta vez, uma das poucas nesse espaço, a comida ficou em segundo plano, mesmo com boas surpresas.

img_2856-488x650

As sobremesas muitas vezes brilhavam além dos pratos principais

O clima do imenso deserto é de oscilações térmicas entre o dia e a noite, mas está longe de ser um problema. O visitante nem lembrará disso. O silêncio do local inspira reflexões, como se depois de subir ao cume de uma montanha, e isso é possível aos mais aventureiros, você mergulhasse no seu interior.

Viagem de conhecimento em todos os sentidos, o deserto abriga o Observatório Internacional Alma, com 66 antenas móveis, e tem vulcões ativos, Lascar é o principal, no seu topo pode ser vista a nuvem que não é nuvem e sim fumaça.

img_2736-488x650

A casa dessas delicadas aves.

Foram apenas quatro passeios, existem muito mais, que pode incluir acordar de madrugada, desaconselhável para os notívagos, e passar muito frio para ver o nascer do sol, ou banhos em águas termais. De bicicleta ou a cavalo, a pé ou de carro, você escolhe como ir.

img_2847-488x650

Tierra Atacama SPA e Resort

Se hospedado em uma das grandes redes, como Tierra Atacama e Explora, três ou quatro passeios estão incluídos na diária, alimentação e bebidas também. O viajante terá ainda guias superexperientes e conforto. Se a escolha for por um hotel menor ou hostel a pequena vila irá lhe socorrer no agendamento.

Na principal rua de San Pedro de Atacama, a Caracoles, o comércio é de bares, restaurantes, agências de turismo e lojas de artesanato – vá com lugar sobrando na mala.

img_28601-488x650

O povoado parece estacionado em um tempo remoto com suas ruelas de terra.

img_2949-365x650

Algumas regras, alguns sacrifícios e você está apto a testemunhar a emoção, por exemplo, de encontrar flamingos, ou andar 40 quilômetros sem estrada dentro da cratera de um vulcão extinto, nada além de pedras, terra, esculturas do tempo e do vento. Se não estiver tocando Pink Floyd durante a viagem, peça ao motorista. Puro êxtase.

img_2799-488x650

No hotel tudo está em sintonia com o lugar, desde a arquitetura e ambientação, até a comida e o atendimento. Carinho e atenção também por conta da Nomad Roots/Teresa Perez que organizam a viagem para você não ter nenhuma preocupação.

Por conta dos horários dos voos, o ideal é passar uma noite em Santiago, que é uma cidade que merece ser visitada de vez em quando e nem precisa ser por conta das inúmeras vinícolas. Da moderna capital do Chile você pega um voo até Calama, de pouco mais de uma hora. Depois mais uma hora de carro até San Pedro de Atacama. Dependendo de como organizou sua viagem, uma taça de champanhe estará lhe esperando.

img_2913-488x650

O Salar de Tara fica a 140 quilômetros de San Pedro  de Atacama perto da fronteira com a Argentina e a Bolívia – prepare-se para um rally – vale o esforço.

img_2869-488x650

O majestoso Licancabur

 

O Licancabur é parte da Cordilheira dos Andes e fica a mais de 4.800 metros do nível do mar. É a vista da janela de todos os quartos do Tierra Atacama. Está próximo ao povoado de San Pedro de Atacama, cerca de 30 quilômetros.

img_3520-366x650

O Tierra Atacama Hotel & SPA surpreende o hóspede já na chegada com seus muros de adobe. A entrada é pelo antigo curral de toros, passagem dos tropeiros que passavam com o gado da Argentina até o porto de Antofagasta.

img_3534-488x650

Piscina do hotel com os vulcões ao fundo.

img_2752-365x650

Nas terras áridas é difícil saber o que mais impressiona.

img_2809-365x650

O Vale da Morte pertence à Cordilheira do Sal que surgiu de um antigo lago. Esculpido pela chuva, vento e sol.

img_2734-1-488x650

Salar do Atacama, com mais de 100 quilômetros, é o maior depósito de sal. Turistas em peregrinação para ver o pôr do sol.

img_2875-488x650

img_2908-488x650

Salar de Tara – um dos lugares mais incríveis do deserto

img_2782-650x488

Vale da Lua: o local escolhido pela Nasa para testar seus robôs interplanetários

img_2771-488x650

img_3532-488x650

 

O contato com a natureza e a energia do deserto parecem nocautear o visitante com sua força bruta. Fica o desejo e a certeza de querer voltar.

Mensagem via Site