Bio é o novo e maior restaurante do chef Alex Atala, no Itaim Bibi, em São Paulo. Em menos de um ano ele vem com outra novidade – o Açougue Central foi aberto em abril de 2016.

A proposta é uma casa informal, com comida brasileira e saudável, quase “tudo orgânico”, e sem desperdícios, para servir muita gente. Ele segue surfando na boa onda, tem tarimba.

De acordo com as informações da assessoria de imprensa do chef, queijos, farinhas, mandioca e seus derivados, açaí e outros sabores das diversas regiões do país serão destaques do cardápio, que contará ainda com uma oferta ampla de frutas, verduras e legumes.

Foi planejado  para realizar por volta de 500 atendimentos por dia (entre refeições, take-away e delivery) e será mais acessível do que as outras casas do Grupo D.O.M. (D.O.M., Dalva e Dito e Açougue Central).

Não é o único. Pelo mundo, David Chang, com Fuku; José Andrés, com Beefsteak; Daniel Humm e Will Guidara, com o Made Nice, entre outros, vão pelo mesmo caminho.

Agora falta o chef abrir uma casa em Nova Iorque ou Londres, como os seus colegas latino-americanos, para divulgar nossa gastronomia lá fora. Leia mais aqui.

Foto da obra do facebook do chef

Foto de plantas no meio da obra postada no facebook do chef

 

 

Mensagem via Site