Dois brasileiros entre os 10 primeiros colocados no 50 Best América, da revista inglesa Restaurant: D.O.M., do chef Alex Atala, que também levou o merecido prêmio pelo conjunto da obra, porém desceu para o terceiro lugar, e Mani, dos chefs Helena Rizzo e Daniel Redondo, em quarto na lista.Os vencedores foram anunciados nesta quarta-feira (3/9) em Lima, no Peru.

foto (44)

A cobiçada primeira posição foi para o restaurante Central, dos chefs Virgílio Martinez (foto) e Maria Pia León, minha última refeição lá foi inesquecível, merecem o prêmio. Em quinto lugar ficou o restaurante Boragó, do chef Rodolfo Guzmán, que também, como a dupla peruana, faz um belíssimo trabalho de pesquisa e valorização do terroir. O restaurante Astrid y Gastón, do chef Gastón Acurio, tocado por Diego Munoz, desceu uma posição e está em segundo lugar agora.Na segunda dezena da lista estão os restaurantes Mocotó (12º), do chef Rodrigo Oliveira, e Roberta Sudbrack (13º), e depois na 34ª, 35ª, 36ª e 38ª posições o Remanso do Bosque (Thiago e Felipe Castanho), Olympe (Claude e Thomas Troisgros), Epice (Alberto Landgraf) e Attimo (Jefferson Rueda) respectivamente.  Neste ano, por outros compromissos, não consegui participar da festa – sou jurada. Achei a lista mais equilibrada, porém poderíamos ter mais restaurantes em melhores colocações, sem dúvida, também senti falta de alguns brasileiros na relação dos premiados, como Rafa Costa e Silva, do Lasai, no Rio de Janeiro, sem dúvida, a melhor novidade do ano por aqui, talvez não tenha dado tempo de os jurados visitarem, pois o restaurante abriu recentemente, e ainda estranho a presença de tantos argentinos, fato justificado por ser o país um dos destinos mais visitados. 

Veja a lista completa aqui: http://www.theworlds50best.com/latinamerica/en/the-list.html

Mensagem via Site