O destino colocou um pargo fresco no meu caminho. Achava que era uma das poucas receitas que faltavam para eu fazer do primeiro livro da chef Roberta Sudbrack. Que nada, não lembrava, mas já tinha preparado com robalo no longínquo ano de 2008, então está explicado a falha. Foi assim que quando escutei: “tenho um pargo aqui”, meus olhinhos brilharam. Nada programado e tudo dando certo. Sabia que a dona da casa, parente distante da chef, tinha o livro na casa da praia. Corri para a estante. Faltava a abobrinha, que meu anfitrião tratou de providenciar sem preguiça de ir até o mercado. Receita fácil e deliciosa, apenas, dispensei as trufas em conserva, tenho por convicção e gosto que só as frescas interessam, nada de azeite ou sal trufado, e depois, com um peixe assim, não é necessário mais nada. Vai muito azeite, não economize. Inesquecível.

Apeixe-487x650

Pargo na marinada

Pargo poché em azeite de oliva e trufas
Ingredientes
Para oito pessoas
8 filés de pargos médios com a pele
2 abobrinhas tipo Itália em pequenos cubos
3 tomates sem pele e sem sementes em pequenos cubos

2 trufas frescas ou em conserva em fatias
Ervas frescas: manjericão, tomilho e sálvia a gosto
Azeite de oliva extra virgem o quanto baste
20ml de azeite de trufas (opcional)
Sal
Pimenta-do-reino moída na hora
Papel absorvente

Modo de preparar
Descame, retire as espinhas e seque bem os filés de pargo em papel absorvente. Disponha-os em uma assadeira com as abobrinhas, os tomates e as ervas frescas. Acrescente o azeite de oliva até cobrir totalmente os peixes e deixe por uma hora na geladeira. Retire as ervas e tempere com sal e pimenta-do-reino moída na hora. Coloque a assadeira na boca do fogão para aquecer levemente sem deixar ferver. Leve ao forno preaquecido a 240.C por aproximadamente 10 minutos, ou até que o peixe esteja cozido. Retire os filés e vegetais com cuidado e coloque nos pratos regando com o azeite de oliva. Acrescente as trufas em fatias e regue com um fio de azeite de trufas (opcional). Sirva imediatamente.

Mensagem via Site