No que acredito

Que podemos desenvolver a arte culinária regional, com um olhar para nós mesmos e para o que produzimos, oferecendo uma cozinha própria.

Que devemos buscar sempre as melhores referências do mercado.

Que podemos ter mais qualidade à mesa, formando uma rede de colaboradores que trabalhem de forma sustentável.

Que precisamos apoiar as organizações de ensino em suas formações profissionais, para ampliar o desenvolvimento de novos talentos.

Que devemos trabalhar na formação do paladar das crianças e dos jovens para termos uma geração com mais saúde e consciente sobre a importância do alimento.

Minha história

Sou ex-economista, que depois de passar um período no departamento econômico-financeiro do Tribunal de Justiça encontrou outros caminhos.

A primeira parada foi a especialização em Informação Tecnológica, uma novidade na época. A partir daí consolidei a área no Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar), que mais tarde transformou-se numa atividade essencial para a empresa.

Procurar soluções para problemas, ter o olhar para o futuro e buscar a realização pessoal e profissional sempre foram a minha motivação.

Foi assim que tive a iniciativa de criar a assessoria de imprensa na mesma instituição. Isso no começo dos anos de 1990. Achando que mudaria a vida da empresa e de todo mundo, entrei de cabeça na onda da Qualidade Total, criando um comitê que, entre outras atividades, foi responsável pela implantação do programa japonês 5 S’s na empresa com o objetivo de melhorar a organização do trabalho e combater o desperdício.

Já formada em jornalismo, fui pauteira e roteirista na TV Educativa, assessora de imprensa da Secretaria Estadual de Ciência e Tecnologia, da Orquestra Sinfônica no Teatro Guaíra e da Secretaria Estadual de Cultura.

No início de 2000, antes de mergulhar na gastronomia, que era apenas uma paixão e um hobby, me aprofundei na área do jornalismo científico, cursando uma pós-gradução da Universidade de São Paulo (USP). Em 2008, além de trabalhar em assessoria de imprensa e com produção de conteúdo, veio o blog especializado em gastronomia. Comecei a viajar para acompanhar o que acontecia na área, constatei o crescimento do turismo de experiência, conheci a gastronomia de outros países e frequentei os principais congressos internacionais.

Passei a assinar colunas em revistas locais e nacionais, publicar entrevistas com chefs de destaque, até me dar conta de que precisávamos avançar nessa área no nosso Estado. Assim surgiu o projeto Gastronomia Paraná. Durante seis anos, com algumas interrupções, coordenei a iniciativa ancorada na Paraná Turismo e, dentre outros objetivos alcançados, é possível destacar a união entre as entidades, chefs, meio acadêmico e imprensa especializada em torno dos objetivos do projeto, dentre eles a valorização de produtos e produtores locais, e de receitas tradicionais.

A gastronomia paranaense, com seus valores e talentos, começou a ser expandida para fora de nossas fronteiras, bem como foi complementada a formação dos nossos chefs e cozinheiros com a participação em eventos. Também foram realizados simpósios e debates. Como conselheira da ONG Gastromotiva, do chef David Hertz, que faz a inclusão social pela gastronomia, articulei a sua implantação em Curitiba.

Atualmente, conclui a pós-graduação em Chef de Cuisine Nacional e Internacional na Universidade Positivo, sou blogueira do Bom Gourmet da Gazeta do Povo, consultora, curadora de conteúdo para projetos de gastronomia, como o Trigo de Origem,  e de viagens de conhecimento, jornalista freelance e jurada de prêmios nacionais e internacionais.